votar é uma novela

Chuvinha e eu achei que era rápido e não levei o guarda-chuva. Cheguei na seção e tava uma fila tremenda da porta pra fora, a máquina da 54 tava dando defeito.
- É essa a sua seção?
- Pior que não lembro, acho que é sim.

Só tinha levado a identidade mesmo, pela primeira vez. Os velhinhos começaram a entrar pra fugir da chuva e eu me abriguei debaixo do guarda-chuva de uma mulher. Apareceu uma senhora meio motoqueira atrás de mim e ficamos conversando.
- Sempre dá problema nessa seção eleitoral, quando era no Lestonnac não dava problema.
- Acho que é a primeira eleição que não faz sol forte.
- Pois é.

Aí chega um cara e a filha dele sem guarda-chuva tambem e começamos a conversar.
- Fila, chuva, e pra mudar nada né?
- Só pra Dilma ganhar em primeiro turno.
- Pois é.
- Podia ter pelo menos o segundo turno
- E é impressionante como não tem candidato bom pra senador no Rio
- Em São Paulo tem candidato a presidente se candidatando a prefeito e aqui, nada.
- Nem vão lá, nem frequentam…
- Já viram o site transparencia brasil? Lá eles falam tudo, quantas faltas tiveram, o que fizeram…
- Mas e tem punição pra quem falta? Não tem…
- É, em SP o Netinho é campeão de faltas e vai se eleger senador.
- Viu só?
- Mas pra deputado tem até uns que se salvam.
- É

Ninguém entra no mérito dos políticos do Rio, acho que pra não ter atrito.
- Impressionante como não tá tendo boca de urna, na última eleição isso aqui tava repleto de santinho.

Aí nisso a mulher cujo guarda-chuva tava abrigado entra no prédio e eu fico de fora, aí me abrigo debaixo do da motoqueira (ela tá com camisa preta de caveira, lobo, sei lá, e bandana…). Volta e meia vem a mesária orientar a fila.
- A seção 55 é só entrar, tá tudo normal, só fica na fila quem é da 54.

E os da 55 entrando e os velhinhos entrando. aí passa o seu Marcos, meu vizinho, ele entra direto. Os idosos ficam na lá dentro pra não terem de ficar na chuva… e tem idoso pra caramba.
- Tá tudo bem aí?
- Tudo, na paz de deus.

O pai com a filha ficam conversando, ele sugere ela se voluntariar como mesária, ela diz que não quer. aí ficam um tempo sem falar nada e a gente percebe que o “paz de deus” e um de trás tão falando de futebol.”Esse aqui tá revoltado de estar atrás de um vascaíno”, caçoa o “paz de deus” pra gente. “Ih, então vai ficar mais revoltado ainda, porque eu sou vascaíno tb”, diz o pai. “E minha filha também é”.
- Então são 3. Vai ficar mais revoltado ainda.

“Então são quatro, pq eu tambem sou”, digo. Aí nego começa a brincar com ele e eu zoo:
- Atrás na fila e na tabela do brasileiro.
- Pois é, tá foda.

“Mas olha, vou te contar uma coisa”, diz o pai:
- Eu trabalho pruma empresa ligada a futebol e dia desses fui numa reunião no flamengo é foi chato ver o descaso… a taça suja (acho que uma taça que o zico ganhou pro flamengo), sem cuidado, os membros do conselho todos bonachões… foi triste.
- É, isso que mata o futebol.

Começam falar do morumbi e eu entro. A mesária fica andando de um lado pro outro. Cada hora é solicitada por alguem. Um cara lá demora horas pra votar e quando é a hora da mulher na minha frente votar, aparece uma velhinha passando mal…
- Deixa ela passar na frente?
- Claro, sem problemas

Aí aparece uma mulher com um bebê recém-nascido. Ele tava encoberto em uma manta. É uma gracinha. Ela também passa na frente da mulher que ia votar. Um cara que tava coordenando a fila dá a dica:
- Gente, todo mundo tem a cola? Pq um colega de vocês esqueceu o número de um candidato e quis começar o processo tudo de novo. A máquina já não tá boa e quando começou o processo demorou mais ainda
- Pq não anulou? Ou votou na legenda?
- Ele queria votar no candidato que ele escolheu.

“Se ele queria tanto votar no candidato que escolheu pq não fez a cola”, reclamou um lá. Nisso uma velhinha que tava sentada vai reclamar com a mesária, acha que tão pulando na frente dela. Ela então volta pra fila na chuva pq não quer mais ficar junto com outros prioritário. Saí a mulher na minha frente vai votar e eu vou ver afinal se minha seção é mesmo a 54.
- Seu nome não tá aqui não.
- Ih, então é a 55 mesmo

Aí vou lá e em três tempos eu voto.

Leave a Reply