Category Archives: cinema

Documentário sobre a Saúde Mental atrás das Grades em Chicago

A revista Vice investigou a situação da Saúde Mental de Chicago, que vem recebendo cada vez menos investimentos. A cidade vem cortando verba para o setor e fechando hospitais mentais, deixando na mão muita gente que precisava desse tipo suporte. Se antes algumas pessoas conseguiam fácil acesso a uma rede de atendimento, agora tem que cruzar a cidade, pegando até três ônibus, para conseguir ajuda. Muitas não tem dinheiro para fazer isso e ficam à mercê do destino. Algumas acabam cometendo crimes e são presas. Durante o tempo de encarceramento, recebem o tratamento adequado, melhoram e voltam para as ruas, onde ficam novamente sem suporte.

É um ciclo vicioso que não ajuda ninguém e drena as finanças da cidade, pois, como conta a reportagem, é muito mais caro manter um doente mental preso do que oferecer a ele uma rede de atendimento. A cidade não se pronunciou sobre o assunto.

 

Como chegaram na ideia de Indiana Jones

Esse post do Sploid fala um pouco de como o personagem “maltrapilho caçador de antiguidades” Indiana Smith se transformou no arqueólogo Indiana Jones que todos nós conhecemos. É um texto bacana que faz um resgate bacana sobre os bastidores do cinema (não tão) moderno e mostra como Steven Spielberg, George Lucas e Lawrence Kadan chegaram ao conceito do personagem Indiana Jones que todos nós conhecemos.

No link é possível ver um documento com toda a transcrição de um encontro realizado em 1978 e do brainstorming dos caras para a elaboração do filme Caçadores da Arca Perdida. Eis uns trechos da conversa:

Kasdan: É necessário que ele realmente seja treinado?
Lucas: Não é absolutamente necessário. Só achei que seria legal se as pessoas o chamassem de Doutor.
Spielberg: Eu gostei disso. Um Doutor com um chicote.

Como surgiu a fobia por cobras:
Kasdan: Seria legal se ele ficasse vulnerável quando ele estivessem sem o chicote.
Lucas: (fala algo que não consegui traduzir)
Spielberg: Do que ele tem medo? Ele tem que ter medo de algo.

O post também fala sobre como surgiu a cena da pedra rolante em Caçadores da Arca Perdida e finaliza com um pensamento do Spielberg: “O que estamos fazendo aqui é basicamente construir um brinquedo pra Disneylandia”. Segue mais aqui.

Documentário: The Hidden Beauty of a Walmart Store

brendan oconnell - heinz no walmart

Vejo um poeta inspirado em Coca-Cola. Que poesia mais estranha ele iria expressar?“, já perguntava Raul Seixas em Movido a Álcool. Nos EUA, um artista plástico chamado Brendan O’Connel vem pintando o dia a dia dos frequentadores da mega rede de supermercados Walmart. O tema inusitado para as pinturas chamou atenção de uma galera, que realizou um documentário sobre ele.

Nessa matéria do The Atlantic tem mais informações sobre o artista e a proposta dele. Aqui você pode ver e comprar alguns dos quadros dele. Segue um trecho da entrevista com o documentarista:

Sua própria perspectiva de fazer compras mudou desde que fez o filme?

Nos encontramos pensando “como elevar os momentos do nosso dia a dia em atos de beleza” mais frequentemente. Quando estamos em uma drogaria atrás de uma pasta de dentes, é menos uma coisa entediante e mais algo da nossa experiência diária. Se deixarmos esses momentos se tornarem mundanos, eles se perderão no caminho. Comprar pasta de dente ainda não é algo que amamos, mas não é mais algo que nos chateia. na verdade pode ser algo bacana.

Se ficou curioso, aqui está o documentário: