Boombop Shuffle #80 – Impossible Gardens

bb80

Tem indie rock/rock psicodélico feito por irmãos do País de Gales, tem bônus track do sempre Gigante Bonifrate, tem também ex-bartender de San Francisco que mistura pop sessentista com slowcore noventista, um psych-pop suave do Reino Unido, pop psicodélico da banda do baixista do QOTSA (juro que é bom) e outras viagens de artistas amados aqui em casa como Toro Y Moi, Unknown Mortal Orchestra, Dan Deacon e Pond. Ouça:

Boombop Shuffle #80 – Impossible Gardens by Boombop on Mixcloud

Se quiser baixar, CLIQUE AQUI.

Disco novo do Lê Almeida – Paraleloplasmos

O disco Paraleloplasmos foi lançado hoje, via Transfusão Noise Records com distribuição da Deckdisc e nos Estados Unidos, via Lost Sound Tapes, IFB e Jigsaw Records, em cassete, MP3, CD e LP. Você pode pagar o quanto quiser no bandcamp. Vai que tá puro amor.

Boombop Shuffle #79: Blurred by Rain

day-74-early-morning-rain1

A edição 79 do Boombop Shuffle é dedicada ao folk/psych folk/roquinho e foi feita apenas com músicas lançadas em 2015. Tem uma garota com a voz peculiar, tem supergrupo sueco, tem o cara que anda abrindo os shows do Panda Bear, tem a banda altamente influenciada pelo Animal Collective e que lançou um dos discos mais bonitos do ano (até agora, claro), tem um dos californianos mais queridos (e talentosos) da atualidade e essa coisa bonita chamada guitarra. Aperta o play!

Boombop Shuffle #79: Blurred by Rain by Boombop on Mixcloud

1. Breakfast in Fur – Aurora Falls (2:34)
2. Jessica Pratt – Greycedes (2:39)
3. José González – The Forest (3:20)
4. The Amazing – The Headless Boy (4:02)
5. Jib Kidder – The Many (1:56)
6. Alex G – Sarah (2:56)
7. Alex Calder – STRANGE DREAMS (2:42)
8. Ty Segall – Drug Mugger (3:03)
9. Sonny & The Sunsets – Baby Jokin (2:14)
10. The Dodos – Bubble (3:12)

Se quiser baixar, clique AQUI.

Sacola Alternativa: dia 28 de fevereiro no MIS-SP

10422265_451742044983829_2868585857475437339_n

Sábado rola a primeira edição da Sacola Alternativa, uma feira focada nos selos e produtores independentes. Veja o line-up completo:

Se liga na programação, que beleza:

18 Selos Participantes

180 Selo Fonográfico (Passo Fundo, RS)
40% Foda/Maneirissimo (Rio de Janeiro, RJ)
Balaclava Records (São Paulo, SP)
Brasilis Grooves Records (São Paulo, SP)
Brava (São Paulo, SP)
Dissenso Records (São Paulo, SP)
Goma-Gringa (São Paulo, SP)
Hearts Bleed Blue (São Paulo, SP)
Highlight Sounds (São Paulo, SP)
Honey Bomb Records (Caxias do Sul, RS)
Läjä Records (Vitória, ES)
midsummer madness (Rio de Janeiro, RJ)
Outprint (São Paulo, SP)
RISCO (São Paulo, SP)
Submarine Recs Norópolis (Belo Horizonte, MG)
Transfusão Noise Records (Rio de Janeiro, RJ)
UIVO Records (São Paulo, SP)
Vinyl-Lab (São Paulo, SP)

Artistas e Ilustradores expositores (cartazes e pôsteres):

Bárbara Scarambone
Dani Hasse
Greg Vinha
Guto Nunes
Marcelo Ramalho
Muto
Renan Benvenuti

PROGRAMAÇÃO no AUDITÓRIO MIS

Mesas de bate-papo com profissionais do mercado da música
Entrada Gratuita.
Duração de cada mesa: entre 1h e 1h30.
A distribuição dos ingressos acontecerá com uma hora de antecedência a cada mesa, na recepção do MIS-SP.

12h30 às 13h30 – A história dos selos e seus modelos de negócio
Debatedor: Marcelo Costa
Palestrantes: Fernando Dotta e Rafael Farah (Balaclava Records), Lê Almeida (Transfusão Noise Records), Gui Jesus Toledo (RISCO) e Fred Finelli (Submarine Records & Norópolis)

15h30 às 16h30 – O fortalecimento do streaming e venda digital X o retorno às mídias físicas
Debatedor: Marcelo Costa
Palestrantes: Márcio Cruz (ONErpm), Henrique Faleite (Deezer Brasil), Marcio Custodio (Locomotiva Discos), Arthur Joly (Vinyl Lab)

18h30 às 19h30 – Indie Brasil: de onde viemos, para onde vamos
Debatedor: Marcelo Costa
Palestrantes: Alexandre Matias (Trabalho Sujo), Thiago Ney (IG), Dago Donato (Neu Club), Mancha Leonel (Casa do Mancha), Diogo Valentino (Supercordas) e Tim Bernardes (O Terno)

20h00 – Show: Séculos Apaixonados (Rio de Janeiro)
Entrada: R$ 6 / R$ 3 (meia)
A venda dos ingressos será realizada através do site Ingresso Rápido e na bilheteria do MIS-SP, a partir de 23 de fevereiro.

Com um pé no romantismo dos anos 1970 e 1980, e outro na irreverência da juventude atual, o Séculos Apaixonados é formado por um dream team de músicos de bandas cariocas independentes.

Gabriel Guerra, Lucas Paiva, Felipe Vellozo, Arthur Braganti e João Pessanha já conduziram projetos musicais como Epicentro do Bloquinho, Baleia, Mahmundi, Letuce e Opala.

Seu álbum de estréia “Roupa Linda, Figura Fantasmagórica” foi lançado em novembro de 2014 pelo selo Balaclava Records e ganhou destaque nas principais listas de melhores discos do ano no Brasil. A banda lançou um videoclipe para a faixa “Refletir É Inútil”.

PROGRAMAÇÃO audiovisual no LAB MIS
Capacidade:
Entrada Gratuita.

14h00 às 15h15 – Guerrilha Gerador (Brasil, 65′, 2013)
Sessão apresentada pelo diretor Danilo Sevali.
Selecionado para o Festival do Documentário Musical In-Edit 2013.

Em plena efervescência do movimento Ocuppy que sacudiu o mundo nos últimos anos, músicos de Mogi das Cruzes e Sorocaba se juntam para criar um verdadeiro blitzkrieg sonoro.
Utilizando geradores elétricos, eles montam seus shows em praças, ruas, parques ou qualquer outro lugar que lhes pareça possível. Basta que haja uma plateia pronta pra ouvir.
Este documentário retrata uma maneira original de questionar o espaço público, os esquemas do show business e, principalmente, a relação comercial entre a arte e o público.

Protagonistas: bandas Hierofante Púrpura e INI.

17h00 às 18h00 – Balaclava Sessions (Brasil, 2014)

O selo e produtora Balaclava Records, em parceria com a Brain Productions, trouxe ao Brasil as turnês inéditas do carismático canadense Mac DeMarco e dos americanos lo-fi Sebadoh em 2014. Durante suas passagens por São Paulo, gravaram sessões ao vivo no estúdio da Red Bull Station, com músicas e entrevistas, nas lentes de importantes diretores de videoclipes nacionais.

Bandas: Mac DeMarco (Canadá), Sebadoh (Estados Unidos).
Direção: Ricardo Spencer, André Peniche.

Novo EP de Simplicio Neto & Os Nefelibatas

a0267737036_10

Seis belíssimas músicas de Simplicio Neto: é mpb, é folk, é rock, é psicodélico e tem que ouvir ALTO. Dá play aí.

O Matias entrevistou o Simplicio, que contou um pouco sobre essa nova fase de carreira solo. Lê lá no Trabalho Sujo.